22 de jun de 2012

fim da história

finalmente terminei a impressionante biografia de van gogh.

abaixo um desenho a giz que vincent fez de rené secrétan, o rapazote que gostava de posar de buffalo bill e andava com um revólver calibre 38 para cima e para baixo em auvers.


na reconstituição que os biógrafos oferecem, a morte de van gogh teria sido decorrente de um disparo acidental do revólver de rené, que provavelmente estaria na companhia de seu irmão gaston. van gogh teria protegido os dois por razões basicamente existenciais, como uma espécie de martírio voluntário naquela situação extremamente difícil e insolúvel em que vivia - pessoal, artística, social, familiar, financeira, física e mental. por convicção e credo próprio, jamais procuraria a morte deliberadamente, como disse certa vez, "mas não tentaria escapar se acontecesse".

é tudo muitíssimo mais articulado, complexo e documentado do que isso, claro, mas o fim da história, em suma, é este.